16 de out de 2009

O espelho

Ela grita, adormecida renasce.
A escrita agora está calibrada.
Vamos dar uma volta?
Eu já estava com saudades.
Dormiste minha cara amiga,
Hibernaste por longos invernos.
Mas eu não tive medo.
Sabia do teu retiro,
Sabia do teu retorno.
Você me dá um afago e me cospe depois.
Conheço-te.
Vamos dar uma volta?
Eu já estava com saudades.
Da tua boca broto.
Ela arrota-me satisfeita.
Comeu-me inteira.
Mas eu não tive medo.
Sabia do teu desejo,
Sabia da sua fome.
Você me dá um afago e me cospe depois.
Reconheço.
Vamos dar uma volta?
Eu já estava com saudades.

Um comentário:

  1. Anônimo17.1.10

    Este já havia falado, mas o ritmo ficou muito bom mesmo,..me lembrou o poema espelho da Sylvia Platt depois que quiser procurar, Ale
    alexandre.ale@gmail.com

    ResponderExcluir